Tamanho do texto

Bêbada, Julie Tovey afirmou que namorado “passeia mais com cão do que com ela”. Britânica foi condenada a pagar multa e fazer trabalho comunitário

Julie Tovey, de 58 anos, teria esfaqueado Christopher Cross, de 70 anos, e dado alguns chutes no cachorro
Reprodução/Bristol News
Julie Tovey, de 58 anos, teria esfaqueado Christopher Cross, de 70 anos, e dado alguns chutes no cachorro

Uma mulher foi condenada a pagar multa e fazer trabalho comunitário depois de ser julgada por danos corporais ao namorado, a quem atacou com uma faca por causa de “ciúmes do cachorro”. Segundo informações do “The Mirror”, Julie Tovey, de 58 anos, teria esfaqueado Christopher Cross, de 70 anos, e dado alguns chutes do animal.

Leia também: Mulher finge impeachment de Trump para que ex-marido idoso "morresse em paz"

O casal vive em Fishponds, Bristol, no Reino Unido, e os vizinhos afirmaram que é comum escutá-los brigando, aos gritos. Porém, durante uma discussão em março deste ano, a mulher acabou partindo para violência física. De acordo com o tabloide britânico, Cross estaria no sofá ao lado de seu cachorro de estimação quando foi atacado. O cão teria levado alguns pontapés, mas saiu correndo da sala.

Já o homem teria ido em direção ao quarto, mas acabou sendo atingido pela faca, tendo a bochecha e um dedo da mão cortados. A agressora ligou para a polícia que, ao chegar ao local, encontrou a grande faca ensanguentada, mas a mulher estava tão bêbada que havia se esquecido do motivo do pedido de socorro.

Os policiais detiveram a britânica furiosa, que acabou explicando que o sangue da faca era de um corte feito na cabeça. A agente de condicional Jane Middleton disse ao juiz que, “felizmente, seu parceiro não foi gravemente ferido”.

Leia também: "Tinha de fazer sexo todo dia", diz paquistanês que tem 54 filhos e seis esposas

Ainda segundo a agente, o fato de estar alcoolizada foi bastante relevante para o ataque violento. Porém, a britânica confessou ter cometido o ato contra o namorado e foi considerada culpada por danos físicos.               

Julie Tovey recebeu uma ordem de trabalho comunitário de 12 meses em audiência nessa quarta-feira (19). Ela também foi condenada a realizar seis meses de tratamento com álcool e dez dias de reabilitação, além de ter de pagar uma taxa de 85 libras e custos judiciais de 120 libras, um total de cerca de R$ 800.

Leia também: Bebê de três meses é "interrogado" por envolvimento com terrorismo

Já recuperado, o homem agredido e seu cachorro passam bem. Christopher Cross afirmou que não quer terminar seu relacionamento com Julie, mas não quis entrar em detalhes. Os dois foram vistos saindo juntos do tribunal.