A emissora islâmica Touba TV, que transmite conteúdo religioso, teve sua programação interrompida pela pornografia
Divulgação/Touba TV
A emissora islâmica Touba TV, que transmite conteúdo religioso, teve sua programação interrompida pela pornografia

Um canal de televisão islâmico do Senegal chocou seus telespectadores ao transmitir vinte minutos seguidos da chamada "pornografia hardcore" no meio da tarde na última segunda-feira (20). Em resposta à indignação do público, o canal se pronunciou nesta quarta (22), classificando o ato como um “truque satânico”.

Leia também: "Romeus do telefone": Indianos procuram amor ligando para números desconhecidos

A emissora particular Touba TV é conhecida por transmitir conteúdo religioso, como sessões de reza, sermões de pregadores importantes e discussões teológicas aprofundadas. Por isso, os espectadores ficaram chocados quando sua programação regular foi interrompida por cenas de  pornografia das 13h10 às 13h30.

O Conselho Nacional de Regulação do Audiovisual (CNRA), órgão responsável pelas emissoras de televisão do país, pediu que o canal explique como aconteceu o incidente. “Perguntamos à Touba TV como essa falha inaceitável pode ter acontecido por quase meia hora”.

Em declaração enviada ao Daily Mail , a Touba TV afirmou que o incidente foi um “ato criminoso de pessoas com objetivos secretos” e garantiu que prestará queixa para que possa ser atribuída a autoria do crime.

Leia também: Pego no flagra! Amante pelado se esconde do lado de fora de janela na França

Você viu?

“Como um canal religioso, a administração da Touba TV  e todos os membros de nossa audiência se sentem ofendidos e condenam sem ressalvas esse crime que parece ser sabotagem e um truque satânico para enfraquecer uma emissora conhecida por apoiar valores e ensinamentos islâmicos”, escreveu.

O conteúdo exibido não só era adulto, como era daqueles classificados como "pornografia hardcore". Esse termo é utilizado para descrever conteúdo pornográfico tido como "pesado", com cenas bastante explícitas e, por vezes, com algumas "peculiaridades", como violência ou fantasias específicas.

O diretor da Touba TV , Djibril Nado, disse ao portal franco-africano RFI  que a emissora se sentiu perturbada pelo vídeo exibido. “É sabotagem porque essas são imagens que vêm de fora. Nós estamos falando em uma abordagem satânica porque sempre existem mãos por trás desses atos”, afirmou.

Falha técnica

Em dezembro, um shopping chinês cometeu um erro parecido, ao exibir cenas de sexo explícito em seu telão externo  logo pela manhã. A transmissão ocorreu durante um teste de funcionamento do equipamento.

Leia também: Padre pede perdão aos fiéis após se fantasiar de fundador da Playboy no carnaval

Um funcionário do shopping supostamente conectou seu computador ao telão para verificar se estava funcionando e deixou o dispositivo sem supervisão. Assim que ligou, o grande televisor começou a transmitir a pornografia salva nos arquivos pessoais do funcionário.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários