Residentes da cidade Ningbo, na China, passaram por uma situação constrangedora quando um shopping da metrópole exibiu pornografia em seu enorme telão externo enquanto a equipe "checava seu funcionamento". Chocados, os cidadãos que passavam na rua em frente ao telão acionaram a polícia para investigar o caso.

Estupros, brigas e mortes: reality show russo faz "Jogos Vorazes" da vida real

A exibição da pornografia aconteceu no shopping NingboTianlun Square às 10h do dia 28 de dezembro. De acordo com o relatório policial, o incidente teria ocorrido durante um teste do equipamento externo do empreendimento. 

Segundo as informações do "The Mirror", um funcionário conectou seu computador pessoal para verificar o funcionamento do telão, deixando o dispositivo sem supervisão, o que, portanto, teria permitido a reprodução das mídias automaticamente. Assim, o vídeo, que estava salvo nos arquivos do funcionário, foi transmitido acidentalmente. 

Professora é presa após ser acusada de fazer sexo e trocar 'nudes' com alunos

Nas imagens, é possível ver o tamanho da tela - nada modesto - em que as cenas pornográficas acabaram sendo exibidas. Além disso, pode-se notar que a rua em frente ao shopping é ampla e movimentada, com a passagem de vários carros por minuto. Esses dois fatores levam a crer que a reprodução foi visualizada por um grupo de pessoas considerável, em uma cidade de oito milhões habitantes.

A reprodução durou mais de cinco minutos, constrangendo pedestres, motoristas e lojistas na região. Um segurança que trabalhava próximo ao local no momento disse que chega a se sentir envergonhado de comentar o ocorrido, reportou o portal britânico "Daily Mail".

Para todos os gostos: aficionado expõe coleção com 282 tipos de pênis em museu

Mais tarde, no mesmo dia, a polícia do disitrito de Yinzhou confirmou o ocorrido por meio de uma declaração publicada em suas redes sociais. O funcionário responsável, cujo gênero não foi divulgado, foi levado pela polícia para questionamento sobre o acidente, podendo enfrentar queixas criminais e receber sentença de até seis anos de prisão.

Repercussão online

Cidadãos da cidade chinesa comentaram a situação no site "Weibo", plataforma de microblogging correspondente ao Twitter na China. Em geral, as pessoas acharam o incidente muito engraçado. Um usuário publicou “por que os funcionários usariam o computador pessoal no trabalho? Foi tão arriscado!” e outro brincou “é uma boa forma de atrair consumidores ao shopping”.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários