Irá volt a executar condenados em praça pública
Unsplash/Mostafa Meraji
Irá volt a executar condenados em praça pública

O Irã retomou as execuções públicas após dois anos. Neste sábado (23), um homem foi enforcado publicamente, de acordo com a agência de notícias IRIB. Iman Sabzikar, de 28 anos, foi condenado por matar um policial.

Outros quatro homens também foram condenados por assassinarem policiais e correm risco de serem executados publicamente. A morte pública de Iman foi a primeira registrada desde 11 de junho de 2020.

"A retomada dessa punição brutal em público tem a intenção de assustar e intimidar as pessoas de protestar", afirmou Mahmood Amiry-Moghaddam, diretor da ONG Iran Human Rights (IHR), que chamou a prática de "medieval".

A ONG fez um apelo à comunidade internacional para que haja uma "forte resposta" contra a retomada das execuções públicas no Irã.

Apesar da pausa nas execuções públicas, o número de execuções de porta fechada no Irã dobrou no primeiro semestre deste ano, em relação ao mesmo período do ano anterior. Nas últimas semanas, ativistas têm demonstrado preocupação com a crescente repressão no país, que vive uma crise econômica.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários