Após Finlândia, Suécia anuncia formalmente que pedirá entrada na Otan
Reprodução
Após Finlândia, Suécia anuncia formalmente que pedirá entrada na Otan

Nesta sexta-feira (13), autoridades da Suécia afirmaram que também devem solicitar a entrada do país na Organizção do Tratado Atlântico Norte (Otan). O pedido acontece após a Finlândia também solicitar adesão ao grupo militar em breve.

O Parlamento recebeu do governo um relatório com as razões pelas quais o país deve integrar a Otan. Segundo o documento, o pedido formal deve ser realizado até a próxima semana.

De acordo com a ministra das Relações Exteriores da Suécia, Ann Linde, o país deve deixar a neutralidade de lado - fazendo menção ao conflito na Ucrânia. “A adesão da Suécia à Otan aumentaria o limite para conflitos militares e, portanto, teria um efeito de prevenção de conflitos no norte da Europa” , disse.

Na quinta-feira (12), o presidente da Finlândia, Saulo Niinisto, e a primeira-ministra do país, Sanna Marin, anunciaram, em declaração conjunta, que pediriam a entrada na Otan.

Na declaração, as autoridades afirmaram que a adesão ao grupo fortaleceria a segurança da Finlândia.

“Como membro da Otan, o país fortaleceria toda a aliança de defesa. A Finlândia deve solicitar adesão à Otan sem demora. Esta decisão será tomada rapidamente nos próximos dias” , afirmaram, em declaração conjunta.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários