Madeleine McCann: Christian Brueckner é o principal suspeito pelo desaparecimento da menina
Reprodução - 11.04.2022
Madeleine McCann: Christian Brueckner é o principal suspeito pelo desaparecimento da menina

O suspeito pelo desaparecimento de Madeleine McCann em Portugal, em 2007, afirmou à produção de um documentário que ele tem um álibi capaz de comprovar que não estava no mesmo lugar onde a menina foi vista pela última vez. Christian Brückner foi indiciado pela Justiça portuguesa na última quinta-feira.

"Desde então, entramos em contato por escrito e ele me explicou sua posição em detalhes", acrescentou. "Ele me disse exatamente onde estava na noite em que Madeleine desapareceu, e que ele não estava onde a polícia diz que ele estava. Ele também insiste que é totalmente inocente. Minhas investigações desenterraram evidências que são bastante explosivas, mas não estou dizendo se acredito no que ele me disse. Isso é para os espectadores julgarem."

Um dos indícios que apontam para envolvimento de Brückner no desaparecimento de Madeleine é a captação do sinal de celular numa área próxima ao local onde a menina estava, na Praia da Luz. Em janeiro deste ano, a equipe de documentários do canal de TV alemão SAT.1 sugeriu que o celular de Brückner estava "a menos de cinco minutos" do Ocean Club — resort onde a família de Madeleine estava hospedada — na noite em que a menina de três anos desapareceu. Na época, ele estava morando em uma van hippie surrada que ele teria usado para traficar drogas.

No entanto, o ex-detetive Williams-Thomas afirma em seu documentário que o telefone poderia estar a até 35 quilômetros de distância quando recebeu uma ligação de meia hora, pois o mastro cobria uma grande célula de sinal.

A entrevista do estuprador e pedófilo condenado ocorre depois de quase dois anos em silêncio perante a polícia.

Leia Também

"Ele teve quase dois anos para se explicar, mas se recusou constantemente a comentar. É desconcertante por que ele deveria manter esse silêncio e finalmente apresentar uma explicação agora. E é ainda mais estranho que ele dê os detalhes a um documentário de TV em vez de às autoridades", disse ao jornal britânico "The Sun" uma fonte próxima ao caso na Alemanha, onde Brückner está preso. "Por que ele não deu sua versão dos eventos no primeiro dia assim que foi considerado suspeito?"

Kate e Gerry, pais de Madeleine, disseram que mantêm esperanças de sua filha estar viva. Uma fonte próxima a eles afirmou que "qualquer coisa que implique progresso no caso é bem-vinda".

No dia 3 de maio de 2007, Madeleine McCann dormia com seus dois irmãos em um quarto de um resort na Praia da Luz, em Portugal, enquanto seus pais jantavam em um restaurante no mesmo local. Desde então, não ha relatos sobre o que aconteceu com a menina, e o desaparecimento levou a uma ampla investigação conduzida por Portugal, Reino Unido e Alemanha, além do surgimento de dezenas de teorias sobre o que teria ocorrido ali.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários