Assembleia Geral da ONU condena ofensiva militar da Rússia à Ucrânia
ONU/Evan Schneider
Assembleia Geral da ONU condena ofensiva militar da Rússia à Ucrânia

A Assembleia Geral da ONU condenou nesta quarta-feira a Rússia pela invasão da Ucrânia , ocorrida há sete dias, por 141 votos a favor — incluindo o do Brasil — e apenas cinco contra, além de 35 abstenções. A resolução exige a retirada imediata das tropas russas.

Na votação anterior envolvendo uma ação russa, a anexação da Península da Crimeia, em 2014, foram 100 votos pela condenação. A Assembleia Geral reúne os 193 países-membros da ONU e suas resoluções não são vinculantes, mas a condenação maciça tem forte peso político.

O texto "deplora nos termos mais fortes a agressão da Rússia contra a Ucrânia" e exige que a Rússia “cesse imediatamente seu uso da força contra a Ucrânia”, além da “retirada imediata, completa e incondicional de todas as suas forças militares”.

Além da Rússia, os outros países que votaram contra a resolução foram: Bielorrússia, Síria, Eritreia e a Coreia do Norte. Na votação, 35 nações se abstiveram, incluindo a China.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários