Corpo da idosa estava em um avançadíssimo estado de decomposição
Reprodução / Freepik / Imagem ilustrativa
Corpo da idosa estava em um avançadíssimo estado de decomposição

Uma idosa que vivia em Como, na Itália , acabou sendo encontrada sem vida em casa pelo Corpo de Bombeiros, mas o que mais chamou atenção é que a mulher havia morrido há pelo menos dois anos e meio.

O corpo de Marinella Beretta, de 70 anos de idade, foi encontrado na última sexta-feira (5) sentado em uma cadeira em um estado mais do que avançado de decomposição. Ela morava sozinha em um bairro residencial em Como, na Lombardia.

Segundo a polícia local, ninguém a via desde meados de setembro de 2019. Além disso, Beretta teria morrido por causas naturais, já que a porta estava fechada por dentro, sem qualquer sinal de arrombamento.

Mesmo com as correspondências acumuladas na caixa de correio, os vizinhos da idosa não perceberam nenhuma anormalidade e achavam que ela tinha se mudado para outro lugar em função da pandemia, pois a mulher vendeu a residência para um suíço.

Leia Também

O homem, que deixou Beretta ficar morando na casa, foi alertado que a vegetação do jardim da residência estava criando problemas para os vizinhos. Após não ter conseguido entrar em contato com a idosa, o suíço acionou a polícia e tudo foi descoberto.

Em função do longo período que passou sem que ninguém notasse a morte de Beretta, a polícia italiana tentou encontrar algum parente, mas nenhum registro foi achado no cartório. No entanto, existe a possibilidade da notícia chegar a algum familiar distante ou que não mantinha relações frequentes com a idosa.

Caso ninguém aparecer dentro de um prazo, a cidade de Como ficará responsável pela organização do funeral e do enterro de Beretta.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários