Karl Nehammer, chanceler austríaco
Reprodução
Karl Nehammer, chanceler austríaco

A Áustria será o primeiro país europeu a determinar vacinação obrigatória contra Covid-19. Quem desrespeitar a medida, que passará a valer em fevereiro, estará sujeito a multas pesadas, comunicou o chanceler austríaco, Karl Nehammer.

A medida dividiu a sociedade austríaca. Atualmente, 71,5% da população elegível tem o ciclo de vacinação completo, número baixo se comparado com o de outros países europeus.

"É um projeto sensível, mas de acordo com a Constituição", sublinhou o Nehammer.

O chanceler explicou, ainda, que haverá "uma fase de adaptação" até meados de março para que os não vacinados possam mudar de ideia.

A infração a quem desrespeitar a medida varia entre 600 e 3.600 euros.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários