Papa Francisco pediu acolhimento a pessoas com transtornos mentais
Reprodução
Papa Francisco pediu acolhimento a pessoas com transtornos mentais

No Dia Mundial da Saúde Mental, celebrado neste domingo (10), o papa Francisco lembrou o sofrimento dos doentes e suas famílias e fez um apelo para ninguém "deixar só" as pessoas com transtornos mentais nem discriminá-las.

"Gostaria de lembrar os irmãos e as irmãs que sofrem de distúrbios mentais e também as vítimas, muitas vezes jovens, de suicídio", disse o Pontífice, no fim da oração do Angelus, na praça São Pedro.

Em um apelo aos fiéis, o argentino para que todos rezassem "por eles e suas famílias, para que não sejam deixados sozinhos ou discriminados, mas acolhidos e apoiados".

O Dia Mundial da Saúde Mental é celebrado anualmente no dia 10 de outubro. Neste ano, tem como tema "A saúde mental num mundo desigual".

A data também foi lembrada pelo presidente italiano, Sergio Mattarella, que destacou que este flagelo foi agravado dela pandemia de Covid-19 e isolamento social.

Leia Também

"É essencial dar sempre muita atenção a todos os fatores que podem determinar o tratamento desigual daqueles que sofrem de transtornos mentais. E, portanto, é importante promover serviços de saúde mental de qualidade em todos os níveis", disse o chefe de Estado italiano.

Segundo artigo da revista Lancet, a emergência sanitária corroeu profundamente o bem-estar mental das pessoas, causando uma onda pandêmica de angústia mental, que resultou em depressão, ansiedade, automutilação, atingindo mulheres e jovens de forma particularmente forte, sem poupar crianças.

As primeiras estimativas globais divulgadas na publicação relatam 53 milhões de casos de depressão (+ 28%) e 76 milhões de casos de transtornos de ansiedade (+ 26%) em 2020 diretamente ligados à pandemia.

Além disso, os dados mostram que quase um bilhão de pessoas vivem com transtorno mental em países pobres, sendo que mais de 75% das pessoas não recebem nenhuma assistência. (ANSA)

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários