Ao menos 14 crianças foram vítimas de violência sexual na creche
shutterstock
Ao menos 14 crianças foram vítimas de violência sexual na creche

Nesta quinta-feira (1), autoridades da Colômbia denunciaram que ao menos 14 crianças de uma creche na cidade de Medellín foram vítimas de abuso sexual por um funcionário da instituição. As informações são da agência AFP .

"O suposto agressor já foi identificado e foi suspenso", disse Liliana Pulido, vice-diretora do Instituto Colombiano de Bem-Estar da Família (ICBF), autoridade responsável pela proteção de crianças e adolescentes no país. De acordo com ela, as primeiras denúncias foram levadas a conhecimento da promotoria em 19 de junho pelos parentes de duas crianças violentadas.

O encarregado do programa de educação infantil de Medellín, José Wilmar Sánchez, disse que, até o momento, "são 14 casos em uma denúncia criminal". Nas redes sociais, o presidente Iván Duque disse ser contra qualquer tipo de abuso e prometeu punições severas aos responsáveis.

Em mensagem no Twitter, o presidente Iván Duque condenou qualquer "abuso contra os direitos de nossas crianças" e antecipou punições severas para os responsáveis. "Iremos com firmeza e rapidez atrás dos desgraçados que violam" a integridade das crianças, escreveu.

Você viu?

A creche é localizada em um bairro popular da cidade e atendia 72 crianças de até 5 anos e, após as denúncias, foi fechada temporariamente.

"Esperamos que (o número de vítimas) possa aumentar ainda mais, porque todos os pais também têm o direito de verificar se seu filho não foi vítima de violência sexual", continuou José Sánchez.

O suposto agressor, de acordo com Sánchez, trabalhava na creche desde 2018 e era responsável por verificar o estado dos alimentos que as crianças comiam no local. "Estamos em processo de investigação", concluiu.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários