China foi pauta em reunião dos líderes mundiais
Reprodução/Flickr
China foi pauta em reunião dos líderes mundiais

reunião do G7 - grupo dos países mais industrializados do mundo - encerrou-se neste domingo (13) com pedidos de cooperação e "transparência" por parte da China nas investigações sobre a origem do novo coronavírus . As informações são do portal Uol.

Em comunicado final, a cúpula dos líderes mundiais solicitou "um estudo oportuno, transparente, conduzido por especialistas e com base científica de fase 2 pela OMS sobre as origens da covid-19, incluindo, como recomenda o relatório dos especialistas, a China ."

O G7 enviou outro 'recado' ao país asiático ao reiterar o respeito aos "direitos humanos" da população uigur, de minoria muçulmana, em Hong Kong e Xinjiang.

"Pretendemos promover nossos valores, incluindo apelando à China a respeitar os direitos humanos e as liberdades fundamentais em relação a Xinjiang e esses direitos, liberdades, bem como um grau significativo de autonomia em Hong Kong", explicou o grupo.

Você viu?

Ainda tratando-se de assuntos ligados a pandemia, a realização das Olimpíadas foi aprovada pelo G7 desde que seja feito "com segurança como um símbolo de unidade global para superar a covid-19".

Os líderes reforçaram o compromisso em alcançar as metas ambientais contra mudanças climáticas e prometeu diminuir drasticamente os investimentos em fontes fósseis de energia.


"Estamos comprometidos em alcançar a meta de emissões zero líquidas até 2050, reduzindo pela metade nossas emissões coletivas nas duas décadas até 2030, aumentar e melhorar o financiamento para o clima até 2025 e conservar ou proteger pelo menos 30% de nossas terras e oceanos até 2030", informou a cúpula em comunicado.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários