C.H., de 6 anos é da Zâmbia e foi submetida a diversos tratamentos desnecessários pela mãe adotiva
Reprodução/Make a Wish
C.H., de 6 anos é da Zâmbia e foi submetida a diversos tratamentos desnecessários pela mãe adotiva

Uma mulher norte-americana forçou sua filha adotiva de 6 anos a se submeter a várias cirurgias desnecessárias e mais de 470 tratamentos médicos , segundo autoridades.

Sophie Hartman, 31, fez com que sua filha adotiva usasse um aparelho ortopédico e fizesse cirurgias para instalar um tubos de alimentação e para limpeza do intestino.

Hartman está sendo acusada de agressão e tentativa de agrassão à criança em um caso que os especialistas médicos estão chamando de "abuso médico infantil".

Uma carta de 19 de fevereiro escrita pela Dra. Rebecca Wiester, diretora do Hospital Infantil de Seattle e assinada por outros médicos, dizia que a criança estava em "risco profundo". O documento gerou uma investigação no Departamento de Crianças e Juventude.

A mãe adotiva foi acusada depois que a criança, referida pelas iniciais C.H., passou por uma observação de 16 dias por suas inúmeras doenças e tratamentos. “Em nenhum momento durante sua internação houve alguma descoberta ou sintoma relatado para apoiar qualquer um de seus diagnósticos anteriores”, disse o documento de acusação, que foi arquivado em 24 de maio.

“Não é necessário saber a possível motivação dos tutores, apenas o resultado do comportamento”, escreveu a Dra. Wiester na carta que deu origem à investigação.

“Todas as evidências disponíveis obtidas durante o curso de sua internação sugerem C.H. é uma jovem saudável de 6 anos de idade que continuaria a se beneficiar da redução do apoio médico e da normalização de sua experiência de infância ”.

A criança foi forçada a procedimentos “cada vez mais invasivos”, com um implante cirúrgico de um tubo em julho de 2017 para levar comida, água e remédios diretamente para o estômago. Em dezembro de 2018, ela colocou cirurgicamente um tubo cirurgicamente no intestino para limpá-lo.

E a mãe adotiva da criança estava pedindo um implante hormonal cirúrgico para suprimir o início precoce da puberdade, disseram os promotores.

Você viu?

Hartman foi informada de que a criança, que foi retirada de seus cuidados em março, não precisava de aparelho ortopédico ou cadeira de rodas, mas ela continuou a forçar C.H. para usá-los, de acordo com os documentos de acusação.

“Além disso, uma arrecadação de fundos foi realizada nessa época e a ré usou esse dinheiro para comprar um veículo acessível para cadeiras de rodas”, disse o documento.

Sophie Hartman adotou C.H. e sua irmã da Zâmbia
Reprodução/Youtube
Sophie Hartman adotou C.H. e sua irmã da Zâmbia

Sophie também teria dito que C.H. poderia "nos deixar a qualquer hora" e os investigadores disseram que descobriram, após uma ordem judicial, que Hartman havia feito pesquisas na internet que incluíam "canções fúnebres" e "Como ser pago para cuidar de um membro da família com deficiência".

Em entrevista dada à KING-TV, em 2019,  Hartman disse que adotou duas irmãs da Zâmbia e que uma tinha um raro distúrbio neurológico chamado Hemiplegia Alternada da Infância ( AHC ).

“Eu sei que ela está andando agora, mas ela estava literalmente paralisada o dia todo ontem”, Hartman disse na época.

A criança recebeu um desejo da fundação Make-a-Wish em 2019, relatou a Fox Q13. Em um vídeo com a fundação, Hartman discutiu o impacto do AHC.

Em uma declaração dada à Q13, a Make a Wish disse que ficou consternada com as acusações.“Esta é uma alegação muito séria e qualquer ameaça ao bem-estar de uma criança não está de acordo com o enfoque centrado na criança de nossa missão. Esperamos que este problema seja rapidamente resolvido no melhor interesse da criança”, disse o comunicado.

O advogado de Hartman, em declaração à KING-TV, disse que as alegações eram falsas. “A médica do Hospital Infantil de Seattle, que está por trás das acusações deste caso, não é um especialista nesta doença, ela provavelmente tem pouca ou nenhuma experiência sobre esse distúrbio”, disse. 


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários