Três pessoas foram baleadas no último sábado (8) na Times Square, em Nova York, EUA
Pixabay
Três pessoas foram baleadas no último sábado (8) na Times Square, em Nova York, EUA

Uma jovem mãe lembrou de ter implorado por sua vida após ter sido baleada no tiroteio ocorrido neste sábado (9) na Times Square , em Nova York, EUA. Ela conta estar sangrando no chão enquanto espectadores a gravavam com seus celulares. 

Wendy Magrinat, 23, reviveu os momentos angustiantes em entrevista ao The Post, no domingo, dizendo que a bala ainda está alojada em sua perna.

“Eu estava gritando, 'Eu não quero morrer , por favor me ajude!' - e as pessoas estavam apenas gravando ao invés de ajudar”, disse a turista sobre o tiroteio que deixou ela, outra mulher e uma menina de 4 anos com ferimentos à bala.

Magrinat estava esperando para entrar na loja Line Friends na Broadway com sua família . Na fila estavam ela, sua mãe, o padrasto, a irmã de 8 anos e seu marido, Yoel, que estava segurando sua filha de 2 anos.

Enquanto esperavam, eles tomaram conhecimento de uma briga entre pelo menos dois homens, um dos quais estava “praticamente ao meu lado” , lembra Magrinat.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários