Pandemia mostra tendência de estabilidade nas capitais; elevação de casos está concentrada no interior
Reprodução
Pandemia mostra tendência de estabilidade nas capitais; elevação de casos está concentrada no interior

A Índia chegou no momento mais crítico da pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2) após contabilizar 4.197 mortes em 24 horas neste sábado (8). Desde o começo da pandemia, 238.270 pessoas perderam a vida no país. O governo também reporta 401.078 novos casos de Covid-19 no período.

Novos casos de Covid-19 mostram tendência de estabilidade na capital Nova Delhi e em Mumbai. O novo coronavírus, porém, se alastrou para o interior do país, onde estão concentradas as mortes causadas pela doença. 

Diversos estados ao norte do país preparam restrições e regimes de lockdown por até duas semanas. Este é o caso da região de Karnataka, que ficará confinada por duas semanas. Já o estado de Tamil Nadu terá sua população confinada por 10 dias.

No governo indiano, cresce a pressão por um lockdown de nível nacional . O primeiro-ministro Nerendra Modi não é contra as medidas de restrição contra a Covid-19, mas optou por permitir que cada estado tomasse sua própria abordagem.

Ao fim do mês passado, a Índia detectou que a variante local do novo coronavírus tem três mutações ameaçadoras. Considerando a taxa de infecção pela doença, especialistas estimam que o país só deverá alcançar estabilidade em meados do fim de maio.

O governo reporta que 32 milhões de pessoas já foram vacinadas com duas doses da vacina contra o novo coronavírus. Apesar do número elevado para os padrões de outros países, trata-se de apenas 2,4% dos 1,3 bilhão de habitantes que vivem na Índia.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários