Protestantes seguram placa em homenagem a Ma'Khia Bryant
Alisha Jucevic/Reuters
Protestantes seguram placa em homenagem a Ma'Khia Bryant

Nos Estados Unidos , no estado de Ohio, a polícia de Columbus disparou contra uma adolescente afro-americana que supostamente, estava atacando outra pessoa com uma faca , antes do ex-policial que participou de ação contra George Floyd ser declarado culpado. As informações foram apuradas pelo Uol.

A cidade sediou vários protestos contra o racismo e violência policial no país americano. Segundo Michael Woods, chefe de polícia da região, as autoridades foram notificadas de uma emergência na tarde de terça-feira (20), em que uma pessoa estava com medo de ser atacada com uma arma branca.

A polícia também utilizou parte das imagens da câmera usada pelo policial que disparou contra a adolescente, identificada como Ma’Khia Bryant, de 16 anos, pelo serviço de infância local Franklin e Columbus.

"Pensamos que era importante compartilhar com a comunidade, sermos transparentes sobre este incidente", ressaltou Michael Woods. A imagens resgatadas mostram os policiais chegando no local e uma briga está acontecendo e algumas pessoas estavam observando ação. 

Uma adolescente teria atacado a outra com que parece ser uma faca, tiros são esperados e a menina cai no chão. Andrew Ginther, prefeito da cidade, disse que a situação é "horrível e de comoção” e "um dia trágico para a cidade de Columbus”. De acordo com o prefeito, o policial, que não teve sua identidade liberada, "atuou para proteger a outra jovem de nossa comunidade". 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários