Equipes do Corpo de Bombeiros estiveram no local para extinguir as chamas
Reprodução/Carabinieri Brescia
Equipes do Corpo de Bombeiros estiveram no local para extinguir as chamas

Dois coquetéis molotov foram lançados na manhã deste sábado (3) em um centro de vacinação contra a Covid-19 em Brescia, no norte da Itália . As garrafas incendiárias atingiram uma tenda que abriga o refeitório do local, porém não provocaram danos graves nem deixaram feridos. A polícia investiga o caso para descobrir os autores do ataque.

Em sua página no Facebook, Attilio Fontana, governador da Lombardia, onde fica Brescia , definiu o episódio como "absurdo" e "criminoso". "Felizmente, não houve feridos e, não encontrando nada de inflamável, o incêndio não se propagou", disse.

O centro de vacinação foi construído com doações feitas pela sociedade civil na primeira onda da pandemia. Há duas semanas, em Roma, criminosos já haviam incendiado o portão de entrada do Instituto Superior da Saúde (ISS), órgão do governo que monitora o andamento da crise sanitária na Itália.

O país abriga há anos crescentes movimentos antivacinas e luta para acelerar sua campanha de imunização contra a Covid-19 . Com pouco menos de 60 milhões de habitantes, a Itália já vacinou cerca de 7,4 milhões de pessoas, sendo que 3,4 milhões receberam as duas doses.

A Itália é um dos países mais atingidos pela pandemia em todo o mundo, com aproximadamente 3,6 milhões de casos e pouco mais de 110 mil mortes.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários