Joe Biden, presidente dos Estados Unidos
Gage Skidmore/Creative Commons
Joe Biden, presidente dos Estados Unidos

Em sua primeira entrevista coletiva desde que assumiu a presidência dos Estados Unidos (EUA), realizada nesta quinta-feira (25) Joe Biden anunciou que vai imunizar 200 milhões de americanos até o dia 100 de seu governo. A quantidade foi estipulada após o governo aplicar a vacina 100 milhões de habitantes em 58 dias.

"No meu centésimo dia de mandato, teremos administrado 200 milhões de doses de vacinas nos braços das pessoas, isso mesmo, 200 milhões em 100 dias", disse Biden a jornalistas. "Eu sei que é ambicioso dobrar a meta inicial, nenhum país está nem perto disso."

Desde que chegou à presidência, o programa de imunização nos Estados Unidos passou por um salto. Hoje, o país aplica 2,5 milhões de doses aplicadas em média por dia.

Questionado sobre os problemas sobre imigração e controle de armas, que não têm sido enfrentados com rapidez por seu governo, Biden disse que foi contratado "para resolver problemas e não criar divisões". O democrata afirmou, porém, que vai resolver as questões, consideradas por ele políticas de longo prazo.

"Eu fui eleito para resolver problemas, e o mais urgente era Covid-19 e a crise econômica para milhões de americanos, por isso coloquei todo o meu foco nisso", afirmou o presidente.

"Os outros problemas de imigração, armas são políticas de longo prazo, estaremos aptos a fazer, mas o fundamental era dar às pessoas alguma paz de espirítio para que elas não estejam preocupadas se vao perder algum membro da família", completou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários