A menina foi levada à exorcista pela própria mãe
Pixabay / Divulgação
A menina foi levada à exorcista pela própria mãe

A polícia do Sri Lanka prendeu duas pessoas ligadas à morte de uma menina de nove anos, que foi espancada em um  ritual no qual o grupo acreditava exorcizar um espírito maligno do corpo da criança. O anúncio da prisão foi feito nesta segunda-feira (01).

As duas suspeitas — a mulher que realizava o exorcismo e a mãe da menina — compareceram a uma audiência para ouvir as acusações sobre a morte da criança, que ocorreu no último fim de semana em Delgoda, uma pequena cidade a cerca de 40 quilômetros a nordeste da capital, Colombo. A decisão do tribunal foi de manter as duas presas até 12 de março.

A mãe da menina disse acreditar que a filha estava possuída por um demônio, então a levou até a casa da  exorcista para que um ritual fosse realizado, a fim de afastar o espírito, informou o porta-voz da polícia, Ajith Rohana.

Segundo o policial, a responsável pelo ritual colocou o óleo na garota e depois começou a bater nela repetidamente com uma bengala. Em certo ponto, a menina não aguentou mais as pancadas, perdeu a consciência e foi levada a um hospital, onde morreu.

exorcista era conhecida na região por oferecer esse tipo de serviço. Há alguns meses, a polícia investigava a prática realizada na casa dela, de acordo com o que Rohana disse à agência de notícias Associated Press.

Assim que a menina morreu, o porta-voz da polícia alertou a população local para ter cuidado com esses serviços, já que a garota não foi a primeira a morrer durante um ritual naquela região.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários