Em último dia de acusação, democratas pedem condenação de Donald Trump
Brendan Smialowski/Reprodução
Em último dia de acusação, democratas pedem condenação de Donald Trump



Os senadores democratas encerraram na noite desta quinta-feira (11) as acusações contra o ex-presidente Donald Trump no processo de impeachment e pediram a condenação por conta da "culpa" do republicano na invasão ao Capitólio no dia 6 de janeiro.

"Pedimos humildemente a condenação de Donald Trump por um crime do qual é culpado de maneira chocante porque se não fizermos isso, se fizermos de conta que nada aconteceu, ou pior, se deixarmos isso sem resposta, quem pode garantir que isso não acontecerá de novo?", questionou Joe Neguse, um dos deputados democratas que são promotores da ação.

A fase de acusações tinha a possibilidade de uso de até 16 horas, assim como a defesa terá a partir desta sexta-feira (12), mas os democratas renunciaram às últimas quatro horas por julgarem que elas não eram necessárias.

Durante os dois dias do período acusatório, o Partido Democrata apresentou vídeos inéditos da invasão ao prédio federal, como a retirada rápida de parlamentares das duas siglas para não serem agredidos pelos apoiadores de Trump e a ação desesperada dos agentes que tentavam proteger o local.

Você viu?

Além disso, os democratas ressaltaram que a ação só aconteceu porque Trump incentivou seus apoiadores a irem até o Capitólio e impedirem que a sessão que contaria os votos do colégio eleitoral e daria a vitória para Joe Biden acontecesse. Durante a invasão, o então presidente chegou a fazer críticas até a seu vice, Mike Pence, que presidia a sessão solene por "falta de coragem".

A defesa informou, segundo a mídia norte-americana, que não pretende usar as 16 horas a que tem direito. Com isso, o resultado do impeachment pode ser divulgado ainda durante o fim de semana.

Os advogados vão usar a tese de que Trump não ordenou a invasão ao prédio federal, de que isso foi uma ação tomada pelos próprios apoiadores, e de que os parlamentares não têm mais nenhum jurisdição sobre ele.

Até o momento, o impeachment ainda é improvável porque há poucos republicanos que anunciaram que votarão contra o ex-presidente.

Seriam necessários 16 votos entre eles, além de todos os democratas, para aprovar o processo. Se autorizado, o republicano perderia os direitos políticos.

Trump é acusado de "incitação à insurreição" por conta da ação que deixou cinco mortos, além de provocar o suicídio de três pessoas (dois agentes e um acusado).

    Leia tudo sobre: donald trump

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários