Anthony Sowell foi condenado em 2011 por matar 11 mulheres e enterrar os corpos nos arredores da casa dele
Reprodução/WKYC
Anthony Sowell foi condenado em 2011 por matar 11 mulheres e enterrar os corpos nos arredores da casa dele

Um assassino em série chamado Anthony Sowell,  condenado por matar 11 mulheres e enterrar os corpos nos arredores da própria casa em Cleveland, nos Estados Unidos , estava no corredor da morte e faleceu na tarde desta segunda-feira (08), aos 61 anos de idade, devido a uma doença terminal não especificada. As informações foram repercutidas pelo portal UOL .

Segundo o canal norte-americano ABC27 News, Sowell estava preso na Instituição Correcional de Chillicothe, em Ohio. A morte dele foi confirmada por um porta-voz do departamento de correções do estado. O condenado aguardava a sua execução no corredor da morte desde 2011 e foi admitido no mês passado no centro de cuidados paliativos Franklin Medical Center, em Columbus, onde ele recebia assistência médica. 

De acordo com o jornal The New York Times, o homem já tinha reincidência e havia passado 15 anos  encarcerado  em uma prisão estadual por estrangular e estuprar uma mulher de 21 anos de idade. Sowell tinha sido libertado da prisão em 2005.

Você viu?

Em 2009, ele foi preso novamente por várias queixas, entre elas de  assassinato e estupro. O criminoso foi chamado de "predador sexualmente violento" em 2011 pelo sistema de justiça criminal de Ohio (EUA), sendo considerado culpado por 11 acusações de assassinato, tentativa de assassinato, sequestro, estupro, agressão e abuso de cadáver.

Após ser acusado, Anthony tentou alegar sua inocência por motivos de insanidade, além de contar com a ajuda de seus advogados para tentar reverter a sentença de morte ao longo dos anos. No entanto, em 2016, a Suprema Corte de Ohio manteve sua condenação.

No ano passado, um tribunal estadual negou um recurso da defesa, mas o serial killer continuou com alguns dispositivos legais pendentes. Antes mesmo de haver uma data na qual ele seria possivelmente executado por meio de uma injeção letal, o assassino morreu de uma doença terminal.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários