.
Samuel Corum/Divulgação
O presidente eleito planeja criará um memorial único em todo o país ao redor do espelho d'água do Lincoln Memorial no National Mall, em Washington


Joe Biden planeja liderar um serviço memorial único em todo os EUA na véspera de sua posse para homenagear as mais de 340 mil vidas americanas perdidas para o coronavírus .

O Comitê de Inauguração Presidencial (PIC, na sigla em inglês) anunciou nesta quinta-feira (31) que sediaria uma cerimônia de iluminação ao redor do espelho d'água do Lincoln Memorial em Washington, um dia antes da cerimônia de posse de Biden no Capitólio dos EUA.

Cidades e vilas de todo o país são convidadas a participar iluminando prédios e tocando os sinos das igrejas ao mesmo tempo, logo após o pôr-do-sol em 19 de janeiro. "A posse do presidente eleito, Joe Biden, e da vice-presidente eleita, Kamala Harris, representa o início de uma nova jornada nacional”, disse o diretor de comunicações do PIC, Pili Tobar.

"No entanto, em meio a uma pandemia - quando tantos americanos estão sofrendo com a perda de familiares, amigos e vizinhos - é importante que honremos aqueles que morreram, reflitamos sobre aquele que tem sido um dos períodos mais desafiadores na história da nação, e renovar nosso compromisso de nos unirmos para acabar com a pandemia e reconstruir nossa nação", acrescentou.

O vírus já reformulou dramaticamente os planos para a posse de Biden. Muito menos convidados comparecerão à cerimônia de posse, enquanto a maioria das festividades inaugurais acontece online. O comitê disse que estava "pedindo ao público que se abstenha de viajar e participe das atividades inaugurais em casa".

Os EUA têm quase 20 milhões de casos confirmados e mais de 342 mil mortes , o maior número do mundo. "As coisas vão piorar antes de melhorar", advertiu Biden.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários