.
Mark Makela/Divulgação
Um membro do Serviço Secreto vigia enquanto o presidente eleito Joe Biden faz comentários no Queen Theatre em Wilmington, Delaware, esta semana


O presidente eleito dos EUA, Joe Biden , deve receber proteção do Serviço Secreto com uma nova equipe que é mais familiar para ele. Além disso, alguns agentes devem ser substituídos em meio a preocupações de que eles possam ser aliados políticos de Donald Trump .

As realocações e promoções são comuns durante os períodos de transição entre as administrações presidenciais. Elas têm como objetivo aumentar o conforto e a confiança entre um presidente eleito e sua equipe de segurança, que acompanha de perto o comandante-em-chefe, inclusive durante momentos privados e discussões delicadas.

Embora as mudanças de pessoal sejam típicas,  incidentes supostamente contribuíram para as preocupações aumentadas dos aliados de Biden de que alguns agentes e oficiais podem ser leais a Trump.

O principal deles seria que alguns membros da turma do presidente teriam exortado seus colegas a não usarem máscaras durante viagens, por exemplo - apesar da orientação oficial do governo federal sobre a Covid-19 .

Enquanto isso, o próprio Trump desacreditava o uso de máscaras e resistiu por meses antes de ser visto usando uma em público.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários