.
CSIRO/A. Cherney
Radiotelescópio Parkes da CSIRO, também chamado de The Dish, localizado na Austrália


Astrônomos, por trás de extensas buscas por vida alienígena , estão investigando uma intrigante emissão de ondas de rádio que parece ter vindo da direção de Proxima Centauri, a estrela mais próxima do sol e apenas a 4,2 anos-luz da Terra. As informações são do The Guardian.

O sinal - batizado de BLC1 - foi captado durante 30 horas de observações pelo telescópio Parkes, localizado na Austrália, em abril e maio do ano passado. A análise já está em andamento há algum tempo e os cientistas ainda não identificaram um "culpado terrestre" pela emissão do sinal, como um equipamento ou um satélite em órbita.

É comum para os astrônomos no projeto Breakthrough Listen detectar estranhas explosões de ondas de rádio com o telescópio Parkes ou o Observatório Green Bank em West Virginia, mas até agora tudo foi atribuído à  interferência humana ou fontes naturais da Terra.

É provável que o último "sinal" tenha uma explicação terrena também, mas a direção da onda, em torno de 980 MHz, e uma aparente mudança em sua frequência - considerada consistente com o movimento de um planeta - contribuíram para a curiosidade dos cientistas.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários