.
Refugio Ruiz/Divulgação
Aristóteles Sandoval em Guadalajara, México


O ex-governador do estado de Jalisco, no oeste do México, devastado pela violência, foi morto a tiros em um banheiro de restaurante em um resort de praia de Puerto Vallarta.

Aristóteles Sandoval comia com outras quatro pessoas nesta sexta-feira (18), quando se levantou da mesa e foi ao banheiro, onde o assassino atirou nele pelas costas, disse o procurador-geral do estado, Gerardo Octavio Solís.

Sandoval não morreu imediatamente, mas quando seus guarda-costas tentaram retirá-lo do restaurante, a fuga foi bloqueada por mais homens armados na rua, que abriram fogo , ferindo gravemente um dos guarda-costas. O ex-governador faleceu logo depois em um hospital local.


Sandoval recebeu 15 guarda-costas da polícia, mas apenas dois estavam com ele durante o ataque.

De acordo com Solis, os funcionários do restaurante limparam a cena do crime , removendo sangue e cartuchos de balas e apagando o vídeo do ataque. "Não há pistas - eles praticamente varreram o lugar", afirmou Solis à Televisa. Ele disse que de oito a 10 suspeitos estiveram envolvidos no ataque, mas não indicou quem era o responsável.

Andrés Manuel López Obrador, presidente mexicano , ofereceu condolências e prometeu levar os culpados à justiça.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários