urnas de votação nos EUA
Reuters
Um dos homens era candidato a prefeito de cidade dos EUA e queria fraudar a eleição para sua vitória

Em Los Angeles, na Califórnia , dois homens foram presos após tentarem fraudar oito mil cédulas de votação das eleições dos Estados Unidos . Os suspeitos teriam preenchido as aplicações entre os meses de julho e outubro de 2020 em nome de moradores de rua da região. As informações são da Jovem da Pan .

O anúncio da prisão dos homens, idetificados como Carlos Antonio de Bourbon Montenegro e Marcos Raul Arevalo foi feito nesta terça-feira, 18, pelo Advogado Geral da Califórnia, o democrata Xavier Becerra. De acordo com o portal, Montenegro era candidato a prefeito na cidade de Hawthorne e teria o intuito de receber as cédulas de votação para votar nele mesmo.

No total, a cidade tem 36 mil pessoas registradas para votar. O candidato que tentava fraudar os votos não foi eleito.

Os dois homens vão responder por uma série de acusações, entre elas, de conspiração para fraude eleitoral e fraude de votos. Marcos Raul Arevalo pode ser sentenciado a até 7 anos de prisão, já o candidato a prefeito, a até 15 anos pelo crime. 

O caso ainda continua sob investigação pelo estado da Califórnia. Segundo o estado, nenhum dos votos  que seriam fraudados foi oficialmente submetido à contagem, pois os suspeitos foram interceptados antes disso.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários