Presidente Donald Trump confirma promessa de judicializar eleições, uma vez que parciais apontam vitória do democrata Joe Biden
Isac Nóbrega/PR
Presidente Donald Trump confirma promessa de judicializar eleições, uma vez que parciais apontam vitória do democrata Joe Biden

O presidente Donald Trump entrou com mais uma ação na Suprema Corte dos Estados Unidos. Desta vez, o republicano pede que seja suspensa a contagem de votos recebidos após dia da eleição.

Os advogados da legenda pediram que as cédulas recebidas pela Pensilvânia após o dia da eleição, terça (3), não sejam incluídas no resultado final e sejam armazenadas de forma separada.

O argumento é que essas cédulas somente foram aceitas pelas autoridades eleitorais por causa de uma liminar que ainda pode ser revogada.

A Suprema Corte dos EUA já chegou a negar um pedido desta natureza em 28 de outubro, quando Trump questionou as cédulas que seriam enviadas pelo correio. À época, a corte reafirmou a validade dos votos recebidos após o último dia de votação.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários