Tedros Adhanom Ghebreyesus afirmou que está trabalhando em home office
Foto: Reprodução/Twitter
Tedros Adhanom Ghebreyesus afirmou que está trabalhando em home office

O diretor da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, divulgou no domingo (1º) ter entrado voluntariamente em quarentena. Ele explicou que a decisão foi tomada depois de ter contato com uma pessoa que testou positivo para a Covid-19.

"Fui identificado como o contato de alguém com teste positivo para covid-19. Estou bem e sem sintomas, mas ficarei em quarentena nos próximos dias, de acordo com os protocolos da OMS, e trabalho em casa", escreveu Tedros Adhanom Ghebreyesus no Twitter.

"É extremamente importante que todos cumpramos as orientações de saúde. É assim que vamos quebrar as cadeias de covid-19 transmissão, suprimir o vírus e proteger os sistemas de saúde. Meus colegas da OMS e eu continuaremos a nos envolver com parceiros em solidariedade para salvar vidas e proteger os vulneráveis. Juntos!", acrescentou.

Tedros Adhanom Ghebreyesus, 55, é diretor-geral da OMS desde 2017. Assumiu o cargo por um mandato de cinco anos e foi o primeiro africano a ocupar o cargo mais alto da agência da ONU.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários