mãos de pessoas
Elza Fiuza/Agência Brasil
Os crimes começaram em 2015, quando o italiano descobriu ser soropositivo

Em Roma , um homem foi condenado a 24 anos de prisão, nesta segunda-feira (19), por ter contagiado mais de 30 mulheres com o vírus HIV . As informações são do portal UOL.

Segundo as autoridades, Valentino Talluto, de 35 anos de idade, tinha conhecimento de sua condição e decidiu esconder o fato de ser soropositivo ao manter relações sexuais com as vítimas. De acordo com o portal, no total, 57 mulheres afirmaram ter tido relações sexuais com o italiano e, dessas, 32 contraíram a doença.

O italiano também foi identificado devido às escutas telefônicas, que permitiram à polícia rastrear outras vítimas abordadas por meio de bate-papos online ou redes sociais.

Crimes 

Conforme as informações do portal, os crimes começaram a partir de março de 2015, quando Talluto descobriu que tinha HIV. Em novembro do mesmo ano ele foi detido e havia sido condenado a 22 anos de detenção, entretanto, a justiça aumentou a pena para 24.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários