Segundo o diretor-geral da OMS, países precisam conseguir fazer testes para rastrear Covid-19 antes de pensar em relaxar isolamento
Reprodução/Twitter
Segundo o diretor-geral da OMS, países precisam conseguir fazer testes para rastrear Covid-19 antes de pensar em relaxar isolamento

A Organização Mundial da Saúde (OMS) pediu para que países desenvolvidos interessados em colaborar financeiramente com o 'Covax Facility', mecanismo projetado para garantir acesso rápido e equitativo global às vacinas contra a Covid-19, se juntem ao programa internacional até sexta-feira (18). O pedido foi feito pelo diretor-geral da organização, Tedros Adhanom , nesta segunda-feira (14).

Até agora, 92 países de renda mais baixa estão buscando assistência por meio do Covax , parte da ACT, aliança global para acelerar o desenvolvimento, a produção e o acesso equitativo a testes, tratamentos e vacinas contra a Covid-19 . Cerca de 80 países de renda mais alta expressaram interesse, mas muitos ainda precisam confirmar a intenção de aderir ao plano até o final desta semana.

"Se as pessoas em países de baixa e média renda perderem as vacinas, o vírus continuará a matar, e a recuperação econômica global será atrasada", disse Tedros em um evento regional da OMS para a Europa que foi transmitido virtualmente.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários