Foto de arquivo do presidente Donald Trump se reunindo com o líder norte-coreano Kim Jong Un no vilarejo fronteiriço de Panmunjom, na Coreia do Sul
Reprodução
Foto de arquivo do presidente Donald Trump se reunindo com o líder norte-coreano Kim Jong Un no vilarejo fronteiriço de Panmunjom, na Coreia do Sul


O corpo sem cabeça do tio executado por Kim Jong Un , líder da Coréia do Norte, foi exposto a funcionários do alto escalão norte-coreano, disse o presidente dos EUA, Donald Trump , durante uma entrevista.


Jang Song Thaek era uma figura extremamente poderosa no regime e foi acusado de traição e corrupção em 2013, em um ato que foi amplamente visto como Kim afirmando, implacavelmente, sua autoridade.

"Kim me contou tudo. Disse-me tudo", declarou Trump ao repórter investigativo Bob Woodward, do Washington Post. " Ele matou seu tio e colocou o corpo na escada", disse, em uma aparente referência a um prédio usado por funcionários. "E a cabeça foi cortada  e colocada no peito", acrescentou.

A Coréia do Norte nunca declarou, oficialmente, como Jang foi executado , embora vários relatórios indiquem que uma arma antiaérea foi usada.

O relato de Trump - aparentemente com a intenção de demonstrar sua proximidade com o relacionamento de Kim - é o primeiro de um oficial sênior a mencionar a decapitação .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários