trump
Dougs Mills/Getty Images
O presidente Donald Trump afirmou que a vacina contra Covid-19 será distribuída antes do dia 3 de novembro

A agência que regula medicamentos e alimentos nos Estados Unidos, FDA, publicou um artigo assinado por oito executivos no qual rebatem a declaração do presidente Donald Trump, que prometeu a vacina contra a Covid-19 até o dia 3 de novembro, data das eleições presidenciais no país.

A agência, que possui um contingente de 17 mil técnicos, reforçou que "a integridde e a independência da agência estão sendo colocadas em cheque" pelo presidente norte-americano e que as decisões sobre segurança e eficácia de medicamentos devem ser prioridade.

"O FDA consegue o seu melhor quando seus especialistas científicos, clínicos e outros são livres para fazer o que fazem de melhor: seguir a ciência para tratar das questões de saúde pública e revisar a política se o entendimento sobre a ciência mudar", diz o artigo.

O presidente é acusado de pressionar laboratórios para se beneficiar na corrida presidencial nos Estados Unidos, ignorando protocolos necessários e testes para a nova vacina.

    Veja Também

      Mostrar mais