abuso
FreePik
Meninas eram usadas como escravas sexuais pelas mulheres

Duas mulheres, de 19 e 21 anos, foram presas no estado da Flórida, nos Estados Unidos, acusadas de comandar um esquema de exploração sexual com meninas menores de idade que estavam desaparecidas. Uma das vítimas do esquema tinha apenas 15 anos. As informações foram publicadas pelo jornal 'DailyMail' e pela rede de televisão 'NBC'.

Além de obrigar as meninas e se relacionar com homens que pagavam pelo serviço, as mandantes dos crimes ainda postavam as fotos das menores de idade em sites de sexo para 'vendê-las' e conseguir mais clientes. 

As mulheres marcavam os encontros em hotéis ou casas alugadas na cidade e chegavam a cobrar US$ 250 pelo programa (quase R$ 1.400). 

Kiara Nunez, de 21 anos, e Alexandra Ramirez, de 19, foram acusadas de tráfico sexual infantil. Para realizar os programas, as aliciadoras ameaçavam as menores de idade e chegavam a drogá-las muitas vezes, afirmou as autoridades locais. 

Investigações 

Em um suposto encontro, uma das mulheres fechou um acordo com um policial disfarçado para um programa especial envolvendo a garota de 15 anos, dizendo a ele que a vítima era 'nova'.

Depois de acertar o pagamento, o policial disfarçado conheceu Nunez, uma das mulheres, e a vítima de 15 anos em um hotel de Fort Lauderdale no dia 29 de janeiro, diz a denúncia.

Com a confirmação do esquema, a garota menor de idade foi salva no mesmo dia pelos policiais.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários