Projeto da Fiocruz de Minas Gerais é um dos mais adiantados no país
Divulgação/Fiocruz Minas
Projeto da Fiocruz de Minas Gerais é um dos mais adiantados no país

Há algum tempo a Organização Mundial da Saúde anunciou que pretende criar um fundo para frear a corrida pela vacina da Covid-19 e garantir a distribuição justa do produto. Todavia, segundo documentos enviados a governos do mundo todo, a existência do projeto está "fortemente ameaçada" por falta de verba.

Em abril, após de meses de análises, chegou-se à conclusão de que o projeto iria requerer US$ 31 bilhões. Desse total, US$ 18 bilhões iriam para acelerar o desenvolvimento de vacinas, comprá-las e garantir a distribuição para cerca de 90 países mais pobres do mundo.

Todavia, quase quatro meses depois, as duas rodadas de arrecadação de fundos para o projeto resultaram em um volume insuficiente de recursos. Juntos, os dois eventos garantiram US$ 3,8 bilhões, em maior parte de doações europeias. Com informações de Jamil Chade.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários