areia de praia na inglaterra com muitos guarda-sóis coloridos e pessoas estiradas; ao fundo, o mar está cheio e pessoas nadam
Andrew Couldrige/Reuters
Ingleses se aglomeraram em praias ao sul da Inglaterra para aproveitar dia mais quente do ano, medidas de distanciamento continuam valendo


Nem mesmo as medidas de distanciamento social impediram os ingleses de aproveitar o dia mais quente do ano no Reino Unido. Com temperatura de 30ºC, a população ignorou as recomendações de distanciamento físico, adotadas para conter novas incidências da Covid-19 , e lotou as praias.


Praias em Bournemouth e Brighton, localizadas no sul da Inglaterra, tinham areias cobertas de guarda-sóis, pessoas estiradas e caminhando lado a lado. A aglomeração era visível. Banhistas se arriscaram e foram ao mar para um mergulho.

As movimentações de hoje são consideradas como preocupantes pelas autoridades inglesas. Além da pandemia do novo coronavírus , espera-se que a alta temperatura possa causar problemas de saúde, principalmente para idosos, que são considerados do grupo de risco.

Confira fotos das praias na tarde de hoje:











Estabilização da curva

O Reino Unido foi um dos territórios mundiais e europeus mais impactados pela pandemia do novo coronavírus. A Universidade Johns Hopkins informa em seus dados que, até hoje (24), quando as aglomerações aconteceram, país conta com 308 mil casos de Covid-19 e 43 mil óbitos.

As autoridades de Saúde do Reino Unido afirmam que o número de casos está diminuindo e informam que quantidade está se igualando ao que era no mês de março. No entanto, aglomerações são capazes de incentivar uma segunda onda da Covid-19. 

Mesmo com uma possível estabilização em vista, o país segue com suas medidas de distanciamento social . Pessoas devem manter distância entre as outras de pelo menos dois metros e precisam utilizar máscara. O governo segue pedindo para que a população saia apenas quando necessário e permaneça em casa.

O primeiro-ministro Boris Johnson , que chegou a ser infectado pelo novo coronavírus, está planejando uma reabertura que deve começar no próximo dia 4. 

No entanto, restrições serão mantidas e certos estabelecimentos não devem retomar atividades agora, como academias de ginástica, clubes noturnos, spas e piscinas. 

O governo afirma ainda que caso incidências da Covid-19 voltem a crescer, medidas serão reavaliadas.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários