Pequim
Marco Verch / Flickr / Creative Commons
Lockdown inteligente isola 21 bairros da capital chinesa; atividades comerciais continuam no resto da cidade

O governo de Pequim (China) ordenou lockdown na capital enquanto novos casos de Covid-19 começam a aparecer na cidade. Segundo as autoridades da saúde, o risco de um surto é alto.

LEIA MAIS: FDA revoga autorização emergencial do uso da cloroquina nos EUA

Nesta segunda-feira (15), o governo chinês registrou 49 novos casos, sendo que 36 estavam ligados com um supermercado especializado em frutos do mar. O estabelecimento permanece fechado desde sábado.

“O risco de uma nova epidemia é muito alto, portanto, devemos agir rápido”, disse o porta-voz do governo de Pequim, Xu Hejian. Até o momento, 21 bairros de Pequim estão em lockdown, com 90 mil pessoas trancadas em suas casas. Novos testes para detectar o vírus estão sendo conduzidos. 

A situação é preocupante, pois Pequim chegou a ficar 55 dias sem registrar novos casos de Covid-19. Alguns casos isolados de pessoas retornando de outros países com o vírus foram identificados. 

O governo chinês identifica novos casos de Covid-19 traçando o contato dos cidadãos. Na última semana, um homem de 52 anos testou positivo para o novo coronavírus. Outras seis pessoas próximas a ele também estavam contaminadas. Todos eram funcionários ou estiveram no mesmo supermercado de frutos do mar.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários