Michael Flor
Reprodução Facebook
Michael Flor ficou por 62 internado para se tratar de Covid-19

Um homem de 70 anos, que ficou internado nos  Estados Unidos para se tratar de coronavírus, recebeu uma conta de U$$ 1,1 milhão do hopsital. O valor, que em reais chega a cerca de R$ 5,5 milhões, foi enviado a casa do senhor após o tratamento. As informações são do jornal 'The Seattle Times'.

Leia também 


Michael Flor ficou, ao todo, 62 dias internado no Centro Médico Sueco, na cidade de Issaquah, no estado de Washington. Durante esse tempo, Flor ficou 29 dias com um ventilador para conseguir respirar.

O homem saiu do hospital no dia 12 de maio e virou notícia na cidade por conseguir se recuperar da Covid-19 após mais de dois meses no hospital.

Quando já estava curado, e em casa, Michael Flor recebeu a conta do hospital, que tinha 181 páginas detalhando os procedimentos que foram realizados para curá-lo e, a conta total, um valor de US$ 1.122.501,04 (mais de R$ 5,5 milhões).

Segundo o jornal, Michael Flor ficou chocado com o valor da conta, mas, por possuir seguros de saúde, ele não vai precisar pagar a maior parte do valor.

"Sinto-me culpado por sobreviver. Existe uma sensação de 'por que eu?'. Por que eu mereço tudo isso? Observar o custo incrível de tudo isso contribui para a culpa desse sobrevivente", disse Flor ao jornal.

    Veja Também

      Mostrar mais