O Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos EUA comunicou recentemente que os ratos de rua, principalmente os de Nova York, estão sofrendo consequências comportamentais drásticas devido à pandemia do novo coronavírus (Sars-coV-2), causador da Covid-19 .

Leia também: Pesquisadora alerta que Covid-19 é apenas "ponta do iceberg"

Rato saindo de seu esconderijo%2C em Nova York
Foto de Charlie Hamilton James, Nat Geo Image Collection
Rato saindo de seu esconderijo, em Nova York

Com os restaurantes fechados e a baixa circulação de pessoas, o lixo tem sido algo escasso, o que está fazendo os ratos desenvolverem novos hábitos alimentares, especialmente o canibalismo .

Leia também: Covid-19: Anticorpos de cavalos pode começar a ser usado em 3 meses

De acordo com a autoridade de saúde norte-americana, os roedores estão apresentando alterações classificadas como incomuns e agressivas. "O fechamento de toda a comunidade levou a uma diminuição de alimentos disponíveis para roedores", afirmou o CDC ao jornal britânico The Guardian .

Em entrevista à NBC News , Bobby Corrigan, um roentologista, opinou sobre o assunto. "Esses ratos estão brigando, agora os adultos estão matando os filhotes no ninho e canibalizando os filhotes".

Além de NY, as cidades de Washington, Chicago e Nova Orleans também enfrentam o mesmo problema. "Muitos desses ratos dependem de 'comida noturna', que são provinientes dos restaurantes, hotéis, bares e lojas. Tudo o que consumimos em movimento", disse Bobby Corrigan ao The Washington Post .

Leia também: SP tem 272 mortes por Covid-19 em um dia e total de óbitos passa de 6 mil

Apesar da situação, em meio à pandemia de Covid-19 , o Centro de Controle e Prevenção de Doenças orienta as pessoas a vedaram seus detritos, remover rações de animais quando eles não estiverem mais comendo e manter as lixeiras bem cobertas. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários