onda do mar de led
Reprodução / YouTube
"Onda do mar" em bairro de Seul

Se, na quarentena , as pessoas não podem ir à praia, o mar vem até elas. Esta é a ideia de um projeto no moderno e sofisticado bairro de Gagnam (aquele da famosa música chiclete), em Seul (Coreia do Sul). Um painel coberto de telões de LED forma em 3D o movimento de uma onda. Uma onda generosa, digna de filme-catástrofe. A simulação de 1 minuto de duração, exibida a cada hora, é tão realista que prega um susto nos mais desavisados que passam pelo local.

Leia também: Aeronáutica confirma 90 alunos infectados com Covid-19 em Minas Gerais

Intitulado "WAVE" ( onda ), o projeto foi desenhado pela d'strict - uma empresa especializada no uso de tecnologia imersiva para criar arte pública. O projeto levou quatro meses para ser executado, incluindo três meses de trabalho de design digital para garantir que atingisse o efeito desejado, contou a CNN.

"Queremos criar experiências avassaladoras", disse Jun Lee, diretor da d'strict. "As ondas são bonitas e dinâmicas, e nós as escolhemos como nosso tema porque evocam sentimentos de conforto, o que é muito necessário neste momento", acrescentou.

Leia mais: Casa à venda por R$ 5,5 milhões vem com "brinde": O "Pé Grande"

Conforto ou estresse? Esta foi a questão que ecoou nas redes sociais. A amplitude da onda pode provocar agitação em muitos. Alguns chegaram a compará-la a uma máquina de lavar em funcionamento. Houve quem dissesse que na experiência "o mar está em quarentena" e os que viram na imagem uma "tsunami".

    Veja Também

      Mostrar mais