Governo de Boris Johnson encomendou 10 milhões de testes de anticorpos para rastrear a contaminação do vírus
Pippa Fowles/Fotos Públicas
Governo de Boris Johnson encomendou 10 milhões de testes de anticorpos para rastrear a contaminação do vírus

O secretário de saúde do Reino Unido, Matt Hancock, afirma que estudos de anticorpos comprovam que 17% da população de Londres contraiu a Covid-19. Para o resto do Reino Unido, as autoridades estimam contaminação de 5% dos habitantes.

LEIA MAIS: Favelas do Rio têm mais óbitos que Paraná e outros 12 estados

Os exames de anticorpos não detectam o novo coronavírus (Sars-CoV-2), mas sim a resposta imune do organismo. Se os anticorpos são detectados em um paciente, conclui-se que ele já pegou a doença e se recuperou, mesmo nos casos assintomáticos ou leves.

O governo do Reino Unido já fez a encomenda de 10 milhões de testes de anticorpos para rastrear quantas pessoas contraíram o novo coronavírus no país. Ainda que pesquisadores de todo o mundo não tenham um consenso sobre o tempo que os anticorpos atuam no corpo, há a expectativa de que a imunidade dure algo entre um ou dois anos.

"Para saber o verdadeiro grau de contaminação do novo coronavírus, precisamos de testes de anticorpos em larga escala”, afirma Hancock. “É um marco importante que representará o progresso do nosso programa nacional de testes.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários