Luzes ultravioleta podem eliminar o novo coronavírus (Sars-CoV-2) de superfícies
Reprodução/MTA
Luzes ultravioleta podem eliminar o novo coronavírus (Sars-CoV-2) de superfícies

A agência de transporte público de Nova York (EUA) anunciou um programa piloto que utilizará luzes ultravioleta para eliminar o novo coronavírus (Sars-CoV-2) de ônibus, trens e estações. A medida foi anunciada na noite de ontem (19).

LEIA MAIS: Argentina tem dez vezes menos mortes por Covid-19 que o Brasil

Segundo os diretores do programa, a agência de transporte público utilizará 150 dispositivos móveis de uma startup americana PURO para determinar a eficácia e o custo da nova tecnologia.

A eficácia da luz ultravioleta no combate à Covid-19 já foi provada. A tecnologia permite eliminar diversos tipos de vírus e bactérias, segundo a startup americana. Os testes em ônibus e trens começam na próxima semana, durante a madrugada.

“Por três meses, trabalhamos duro para desinfetar nossos ônibus e tens”, afirma Patrick Foye, CEO da agência que controla o transporte público em Nova York, a MTA. “Fizemos a promessa de utilizar novas tecnologias e abordagens para combater o vírus. O uso de luzes ultravioleta é promissor para garantir a segurança dos passageiros”.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários