Porta-voz da Comissão Europeia, Peter Stano repreendeu Israel
RTsH
Porta-voz da Comissão Europeia, Peter Stano repreendeu Israel


A União Europeia advertiu nesta segunda-feira (11) o governo israelense sobre as anexações de território na Cisjordânia e afirmou que, se as medidas continuarem, "haverá consequências".

"Como dissemos várias vezes, as anexações não estão em linha com o direito internacional", destacou Peter Stano, porta-voz do alto comissário europeu, Josep Borrell.

O representante afirmou que a questão será debatida na próxima sexta-feira (15) durante o encontro dos ministros das Relações Exteriores da UE. Segundo Stano, os líderes europeus "entendem as exigências de segurança de Israel ", e apoiam isso, mas não podem incluir as anexações nesse tema.

Novo governo

O anúncio chega em uma semana importante para a política israelense que, depois de três eleições em um ano, voltará a ter um governo após o acordo entre os rivais Benjamin Netanyahu , que se manterá no cargo de premier pelos próximos 18 meses, e Benny Gantz , que assumirá o posto do "ex-rival" após esse período.

Leia também: Nove pessoas morrem durante incêndio em lar de idosos na Rússia

O acordo entre os dois foi tomado de maneira emergencial por conta da pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2) e Netanyahu tomará posse no dia 14 de maio - um dia antes da reunião da UE.

Conforme a mídia local, no dia da posse, o secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, estará presente e debaterá com o premier israelense o avanço do plano de Israel de construção de assentamos nos territórios da Cisjordânia e do Vale do Jordão. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários