Pessoas caíram nas ruas intoxicadas pelo gás
Reprodução
Pessoas caíram nas ruas intoxicadas pelo gás


Um vazamento de gás na Índia, em acidente industrial registrado nesta quinta-feira (7), já causou pelo menos 11 mortes e deixou centena de pessoas hospitalizadas, além de ter motivado a evacuação de milhares de pessoas em uma vila da cidade de Visakhapatnam, no estado de Andhra Pradesh. O acidente ocorreu em um fábrica da empresa sul-coreana LG , onde ocorre a produção de poliestireno e derivados.

Imagens divulgadas pelos canais de TV indianos mostram as ruas das redondezas tomadas por um caos completo. As gravações mostram pessoas estiradas na rua e outras desmaiando, enquanto profissionais de saúde e oficiais de segurança carregam vítimas para levá-las ao hospital.

O vazamento ocorreu nas primeiras horas da manhã, por isso muitas pessoas foram atingidas pelo gás tóxico enquanto dormiam. A maioria dos casos mais sérios, no entanto, é de pessoas que estavam na rua e perderam a consciência assim que o produto químico entrou em contato com os seus organismos.

Leia também: Violência: Três pessoas são mortas em tiroteio na Califórnia

Como aconteceu?

O gás foi identificado como estireno, liquído inflamável usado para fazer uma séie de produtos industriais, como o poliestireno, caso da fábrica da LG, além de fibra de vidro, borracha e látex. 

De acordo com a polícia, o produto vazou de dois tanques de 5 mil toneladas, e o acidente o correu porque a fábrica estava com a vigilância fragilizada, uma vez que apenas poucos funcionários estavam no local por causa das medidas de confinamento para combater a Covid-19 .

“Foi abandonado por causa do confinamento. Isso levou a uma reação química e o calor foi produzido dentro dos tanques, e o gás vazou por causa disso”, explicou o chefe de polícia Swaroop Rani.

    Veja Também

      Mostrar mais