O presidente Trump disse que a força-tarefa de coronavírus da Casa Branca continuaria com novos membros
Reprodução
O presidente Trump disse que a força-tarefa de coronavírus da Casa Branca continuaria com novos membros



O presidente dos EUA, Donald Trump, contrariando seus comentários da terça-feira (05), disse que a força-tarefa de coronavírus da Casa Branca "continuaria indefinidamente", embora talvez com membros diferentes.

Seu anúncio , feito no Twitter, veio um dia depois que o vice-presidente Mike Pence, que lidera o grupo há dois meses, disse que provavelmente encerraria seu trabalho no final de maio. "Teremos algo de uma forma diferente", disse Trump a jornalistas ainda na terça-feira, durante uma viagem ao Arizona.

Mas, em uma série de tweets, Trump parece contradizer essa afirmação e enfatizou seu desejo de reabrir a economia, apesar de um aumento contínuo nos casos de coronavírus e nos avisos de saúde pública de que mais comércio significa mais mortes.

Por causa do "sucesso da força-tarefa", ele escreveu , "continuaria indefinidamente com seu foco em SEGURANÇA E ABERTURA DO NOSSO PAÍS NOVAMENTE".

Você viu?

Trump conversou com repórteres na tarde desta quarta-feira (06) sobre por que ele havia mudado de idéia.

"Eu pensei que poderíamos acabar com isso mais cedo", disse ele. "Mas eu não tinha ideia de quão popular é a força-tarefa até ontem, quando comecei a falar em encerrar. Recebo telefonemas de pessoas muito respeitadas dizendo: 'Acho que seria melhor continuar. Ele fez um bom trabalho.'"

Trump ainda afirmou que Anthony S. Fauci, o principal especialista em doenças infecciosas do governo federal, e Dra. Deborah L. Birx, coordenadora da força-tarefa de coronavírus, permanecerã o na força-tarefa em suas funções atuais.

Nos últimos dias, houve sinais de morte iminente da força-tarefa: o painel não se reuniu no último sábado, como normalmente acontece, e cancelou uma reunião na segunda-feira. E o presidente parou de vincular suas notícias às reuniões da força-tarefa e não mais distribui rotineiramente os membros da força-tarefa ao seu redor em suas aparições públicas.

Essa mudança ocorreu rapidamente depois que ele refletiu, no mês passado, sobre a possibilidade de injetar desinfetantes - o que é perigoso - para matar o vírus.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários