covid-19
Reprodução
A possibilidade de o vírus ter vazado acidentalmente de um laboratório de Wuhan ainda não foi descartada



As agências de inteligência dos EUA concluíram que o novo coronavírus não foi fabricado ou modificado pelo homem. No entanto, as autoridades dizem que ainda estão examinando suas origens. 

Esta é a primeira declaração definitiva sobre o assunto das agências de inteligência dos EUA. Ela rejeita a mais extrema das teorias da conspiração sobre as origens da pandemia - que os chineses desenvolveram e liberaram o coronavírus como uma arma biológica.

Leia mais: Coronavírus: Trump diz que a China não quer a sua reeleição

Mas  a possibilidade de o vírus ter vazado acidentalmente de um laboratório de Wuhan ainda não foi descartada . O secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, em particular, falou sobre esse cenário, instando a China a deixar especialistas externos entrarem nas instalações e levantando questões sobre a segurança do laboratório em outras partes do país.

O governo chinês diz que tais alegações são infundadas.

Reivindicações sobre as origens do vírus fazem parte de uma guerra de propaganda sobre o tratamento da China pela crise do coronavírus. Mas elas também refletem a frustração dos EUA com os chineses por não compartilharem mais dados sobre como a pandemia se desenvolveu.

    Veja Também

      Mostrar mais