Turquia
Ilyas Akengin/Agence France Presse/Estadão Conteúdo 18.08.2016
Turquia


Um jovem refugiado da Síria, de 17 anos, foi morto pelas forças policiais da Turquia após violar a regra que proíbe circulação nas ruas durante o período da pandemia. O jovem voltava para casa quando foi abordado pelos policiais na província de Abana, porém para se livrar da multa por furar a quarentena o jovem iniciou uma fuga que terminou com a sua morte .

O jovem Ali el Hemdan levou um tiro no peito na última segunda-feira (27), segundo informações do jornal  Evrensel . Ali teria de pagar um multa de 470 euros (cerca de R$ 2,8 mil) por violar a proibição de menores de 20 anos de idade de ir às ruas. O rapaz chegou a ser levado para um hospital, mas não resistiu ao ferimento.

Leia também: Governo da Coreia do Sul diz que sabe do paradeiro de Kim Jong-un

"Ele não seguiu os avisos da polícia para parar e fugiu. Ele foi ferido acidentalmente quando a polícia abriu fogo como um aviso", informou o comunicado da província divulgado pelo jornal. O agente responsável pelo disparo foi afastado enquanto ocorrem as investigações. 

O governo turco proibiu menores de 20 anos que não trabalham e pessoas com mais de 65 anos de idade saírem às ruas, como forma de restringir a circulação durante o período da quarentena.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários