lituânia
Xinhua/Rex/Shutterstock
Lituânia disse que cafés e restaurantes com mesas ao ar livre podem reabrir esta semana



A capital da Lituânia, Vilnius, anunciou planos de transformar a cidade em um vasto café ao ar livre, cedendo grande parte de seu espaço público a proprietários de bares e restaurantes, para que eles possam colocar suas mesas ao ar livre e ainda observar as regras físicas de isolamento social do coronavírus.

O local, que registrou 1.344 casos de coronavírus e 44 mortes, permitiu que cafés e restaurantes com mesas ao ar livre, cabeleireiros e quase todas as lojas começassem a reabrir esta semana como parte de uma saída gradual do bloqueio.

Mas o Ministério da Saúde impôs regras rígidas de distanciamento físico e medidas de segurança. As lojas devem limitar o número de clientes ao mesmo tempo, as máscaras permanecerão obrigatórias em todos os espaços públicos e as mesas de café e restaurante devem ser colocadas a pelo menos dois metros de distância.

Isso representou um problema para muitos restauradores na cidade velha de Vilnius, Senamiestis, um patrimônio mundial da Unesco, cujas ruas estreitas tornam quase impossível colocar mais do que algumas mesas do lado de fora - o que levou à oferta do prefeito.

"Praças, praças, ruas - os cafés próximos poderão montar mesas ao ar livre gratuitamente nesta temporada e, assim, conduzir suas atividades durante a quarentena", disse Remigijus Šimašius. A segurança pública continua sendo a principal prioridade da cidade, disse o prefeito, mas a medida deve ajudar os cafés a "abrir, trabalhar, manter empregos e manter Vilnius viva".

Dezoito dos espaços públicos da cidade, incluindo a praça central da catedral, foram abertos para cafés e restaurantes ao ar livre, disse a prefeitura, e espera-se que mais sejam adicionados à medida que o verão avança. 

"Chegou bem a tempo", disse Evalda Šiškauskienė, da Associação Lituana de Hotéis e Restaurantes, acrescentando que a medida ajudaria os membros a "acomodar mais visitantes e trazer vida de volta às ruas da cidade, mas sem violar os requisitos de segurança".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários