Mídica norte-coreana não noticiou nada sobre o estado de saúde Kim Jong-Un arrow-options
Divulgação
Mídica norte-coreana não noticiou nada sobre o estado de saúde Kim Jong-Un


Os canais de comunicação estatal da Coreia do Norte ignoraram os rumores de que o ditador Kim Jong-Un estaria em estado grave após passar por uma cirurgia. Mesmo depois da repercussão internacional, nesta qurta-feira (22), a mídia norte-coreana não noticiou nada a respeito da saúde ou do paradeiro do líder supremo do país.

De acordo com a Reuters, O conteúdo veiculado no jornal oficial Rodong Sinmun até esteve relacionado a Kim Jong-Un , mas apenas com publicações de comentários antigos, ou sem data, além de exaltações a feitos do ditador. Já a agência de noticias estatal KCNA abordou temas como colheitas de amora, equipamentos esportivos e a ideologia norte-coreana de autoindependência.  

O rumor sobre a fragilidade do estado de saúde do ditador já motivou uma série de novas especulações. Uma delas envolve a irmã de Jong-Un, Kim Yo-jong , apontada como possível sucessora do cargo do irmão.

Leia também: Irã conclui lançamento de primeiro satélite militar

Especulação

Antes de as informações sobre a saúde de Kim Jong-Un começarem a circular, a irmã já vinha sendo colocada em evidência pela imprensa internacional. No mês passado, ela fez seu primeiro pronunciamento público, com críticas à Coreia do Sul. Desde então, começou a ganhar mais espaço e chegou a agradecer uma carta enviada por Donald Trump ao irmão.  Agora, Yo-jong é vista como a segunda figura mais importante do regime norte-coreano.

De acordo com o jornal Daily NK, da Coreia do Sul, Kim Jong-Un está com a saúde debilitada desde agosto do ano passado, com problemas relacionados ao tabagismo e à obesidade.

    Veja Também

      Mostrar mais