Raio-x
shutterstock
Testes poderão auxiliar regiões que não contam com hospitais ou especialistas de saúde

Um grupo de engenheiros de uma universidade da Tunísia desenvolveu uma ferramenta que pode auxiliar no combate ao Covid-19 e transformar a realização de testes para a identificação do vírus em algo mais simples, rápido e online.

Leia também: Covid-19 lançará mais 5,4 milhões de brasileiros na extrema pobreza, diz estudo

Segundo informações da AFP, a ferramenta desenvolvida pelo grupo permite que exames de raio-x dos pulmões de pacientes do novo coronavírus (Sars-Cov-2) sejam escaneados por computadores, que avaliam se o vírus está presente no corpo ou não.

O grupo, formado por professores e alunos do Instituto Nacional de Ciência Aplicada e Tecnologia (INSAT), vem montando a ferramenta desde o início do mês de março e conta com o suporte da agência alemã GIZ, da Sociedade de Radiologia Médica da Itália e da IBM.

Ainda de acordo com a publicação, a plataforma ainda está em fase de testes, mas terá grande importância no combate à pandemia, principalmente em lugares que não têm hospitais ou especialistas de saúde.

Até o momento, os testes mostraram que a ferramente teve uma precisão de 90% e permitiram a classificação de um grande número de imagens em um curto período de tempo e com baixo custo.

Leia também: Em resposta a Bolsonaro, 20 governadores divulgam carta de apoio ao Congresso

"Quanto mais imagens tivermos na plataforma, mas exatos e confiáveis os resultados ficarão", afirmou Mustapha Hamdi, um dos engenheiros envolvidos na pesquisa.

    Veja Também

      Mostrar mais