Nesta quarta-feira (15), um australiano foi condenado a seis meses e meio por descumprir a obrigação de quarentena. O homem deveria ficar confinado em um hotel durante 14 dias, mas ele foi flagrado saindo duas vezes do estabelecimento. As informações são do canal  Seven News .

Leia também: Casos confirmados da Covid-19 chegam a 2 milhões no mundo; mortos são 130 mil

quarentena arrow-options
Reprodução
Australiano é preso por furar a quarentena

Jonathan David, de 35 anos, é o primeiro australiano condenado à prisão em função das medidas adotadas contra o novo coronavírus (Sars-coV-2), causador da Covid-19 .

Leia também: Covid-19 e mensalidades escolares: tire suas dúvidas

Em júri, ele alegou que, na primeira vez, saiu para comprar comida e, na segunda, foi visitar a namorada no subúrbio de Perth. Além da detenção por descumprir a medida contra a Covid-19 , o homem terá de pagar uma multa de mais de 2 mil dólares australianos.

    Veja Também

      Mostrar mais